A DEMOCRACIA E TRANSPARÊNCIA QUE CARECEMOS

Eu queria dar uma contribuição em dois pontos. O primeiro ponto é sobre a DEMOCRACIA no nosso partido. Fica difícil nós defendermos democracia para fora, sermos contra o Bolsonaro se internamente a gente não der exemplo. O fato que aconteceu com as prévias, aquilo que a gente tem de mais sagrado, que é a democracia interna do nosso partido, fragilizou o nosso partido em muitos municípios. Betim é o espelho disso. Eu queria que vocês pensassem, vocês que são da Articulação, que estão no controle do partido e tomaram essa decisão de acabar com a democracia interna do partido, que retomassem as prévias, pois isso é sagrado para nós. Eu fui criado nesse partido acreditando nisso, acreditando no partido e não nas pessoas. Eu sinto que aqui em Betim por exemplo, houve um GOLPE, a palavra é essa. Aproveitaram a pandemia para justificar e simplesmente impuseram uma candidatura pensando não na população, não nos trabalhadores, mas pensando exclusivamente no fundo eleitoral que estava por vir. Isso é muito grave. Nós não podemos continuar desse jeito. 

O PT de Betim virou um partido de aluguel. Hoje, o partido, por meio da pessoa eleita que todos nós elegemos, serve para quem estiver no poder, seja Carlaile (PSDB), seja Mediolli (PSD). Hoje o PT oficialmente é base do Mediolli. Por mais que a direção diga “não, não é isso não”. Mas é, pois todo o esforço que fizemos para eleger um vereador, hoje é base da direita, por mais que tentem negar isso. Então eu queria, por favor, por favor não, eu acho que a gente tem o direito de exigir democracia. Esse processo de escolha de candidato a governador, candidato a senador, tem que ter democracia interna para crescer o partido, porque senão cresce algumas pessoas no curto prazo, mas no longo prazo o partido perde. Hoje o PT em Betim por exemplo não cresce, porque as pessoas sabem que o partido está ali, alugado para um vereador. E todo mundo trabalhando para isso, para reeleger esse cara de novo na próxima eleição, por causa de um aluguel que foi feito ali. Temos que pensar no longo prazo. Então vamos fortalecer a democracia interna, dar oportunidade para as pessoas poderem ser candidatas a governador, senador, abrir um processo de prévias para todo mundo, e não alguém sair por aí falando “eu sou candidato”, não. Isso é sagrado, sem isso nós não ganhamos estado. Presidência, eu não sei, pois aí tem o Lula, Lula é diferente do PT, mas não ganha município, não ganha estado com essa prática. Esse é o primeiro ponto. 

O segundo ponto é a TRANSPARÊNCIA com o dinheiro público. Fundo eleitoral é dinheiro público. O que fizeram em Betim, por exemplo, na eleição de deputados: eu saí candidato a deputado achando que o processo iria ser transparente, não, não foi; deram quase meio milhão de reais para uma pessoa que não tinha nada a ver, e deram apenas 20% desse recurso para a nossa candidatura, e ainda justificaram alegando que é uma candidatura negra. Ainda usaram os negros para justificar coisa errada. Olha que coisa absurda. Então esse tipo de prática não faz com que a gente cresça. Agora na eleição de prefeito de novo, deram quase um milhão de reais para uma candidatura, mas pasmem, 25% disso, quase duzentos mil, foi gasto com advogado. Como você pega quase um milhão de reis e gasta quase duzentos mil só com advogado? Tem alguma coisa errada nessa história. Isso é muito sério. Nós não podemos continuar desse jeito, achando que vai ganhar prefeitura, que vai ganhar governo do estado com esse tipo de prática. Então, estou fazendo esse apelo. Eu acho que não vai resolver nada, vai entrar em ouvido e sair em outro, mas deixa eu fazer igual a Rebeca, a menina que ganhou a medalha de ouro, deixa eu dar a minha contribuição, fazer a parte que nos cabe, para ver se a gente consegue fazer com que o povo volte para dentro do PT, que a  juventude volte para dentro desse partido que nós gostamos, que nós construímos, que demos a nossa vida, que construímos os nossos sonhos por uma sociedade bacana, bonita, gostosa de viver. Eu queria só pedir, se é possível que o meu pedido seja ouvido, tenhamos mais democracia interna e transparência com o erário público.

Obrigado pela oportunidade.

Jésus Lima-PT, ex-prefeito Betim-MG (1997-2000

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Este post tem 2 comentários

  1. Sua contribuição vem do seu testemunho, afinal, o partido é uma ferramenta de formação e não da deformação do sistema político. Nosso espírito ético exige de nosso compromisso e coerência com as mudanças para a sociedade do bem viver, justa, democrática e sustentável.

  2. Francis Mouton

    Excelente Jesus

Deixe um comentário