O tromPETISTA Fabiano Leitão já foi liberado, mas seu instrumento foi danificado e a militância faz vaquinha para ajudá-lo a comprar outro

Fabiano já foi liberado, mas seu instrumento foi danificado. Militância faz vaquinha para ajudar músico a comprar outro instrumento. A prisão foi para impedir o tromPETISTA de protestar contra desfile militar

Foto Rafaela Felicciano Metrópoles | Reprodução Instagram

Fabiano Leitão, conhecido como tromPETISTA é um ícone na luta pela libertação de Lula durante o período de encarceramento do ex-presidente e na luta contra o governo Bolsonaro, ele foi detido na manhã dessa terça-feira, dia 10/08 enquanto participava do protesto contra desfile de tanques militares em frente ao Palácio do Planalto.

Ele foi detido e liberado. Fabiano vai responder processo no Juizado Especial Criminal de Brasília. Porém, seu trompete foi danificado durante a abordagem truculenta.

Foto Flávia Rodrigues

Diante dos danos causados ao instrumento que o ativista usa para protestar, Tânia Mandarino criou a vaquinha abaixo:

Fabiano Leitão está bem, levou muito gás de pimenta na cara e contenção policial: derrubaram ele com a cara no chão e está com o rosto e o joelho ralados.

No 5º DP, Fabiano não assinou termo circunstanciado e foi liberado, com a informação de que foi conduzido “somente” por resistência à prisão.

Destaco a atenção e a gentileza do pessoal do 5º DP em Brasília, sobretudo do Sr. Cleber.

Mas os repressores da PM amassaram o TROMPETE VELHO DE GUERRA do nosso camarada Fabiano Leitão e por isso estamos iniciando uma vaquinha para comprar outro trompete e emoldurar o amassado, cheio de História.

Segue abaixo a chave pix.
Chave Pix:
CPF: 841.271.553-53
(Fabiano Leitão – Banco BRB)

Ou Banco Itaú – Agência: 9383 – Conta Poupança: 17084-3 Titular: Fabiano e Silva Leitão –
CPF: 841.271.553-53

Aqui quem fala é Tânia Mandarino.

Bora lá ajudar na vaquinha e caso queira me enviar o comprovante, mande para o e-mail taniamandarino@gmail.com

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Este post tem um comentário

Deixe um comentário