PICASSO, SOSPECHOSO

*É O QUE TEM PARA HOJE*

EL PAIS 5 NOV 21

PICASSO, SOSPECHOSO

Em 1940 Picasso tem negado seu pedido de naturalização pelas autoridades francesas (pg.28 Picasso, el imigrante vigilado).

Era a ante sala da II Guerra e a experiência desastrosa do governo da FRENTE POPULAR (até 1938) onde o PC francês ordenado por Stalin se submeteu à covardia e aos interesses da burguesia francesa.

Picasso comunista tinha apoiado decisivamente os REPUBLICANOS os perdedores da Guerra Civil Espanhola.

Já era um artista reconhecido mundialmente.

Um enérgumeno da “segurança” fará um longo relatório citando documento de 1901 onde Picasso é apontado como¿¿.anarquista😏.

Na real a França do livre pensamento teve um comportamento sórdido com os REPUBLICANOS derrubados de um governo legítimo eleito pelo golpe e pela insurreição comandada pelo General Franco.

O mesmo Franco que em 1934 tinha esmagado barbaramente a greve dos Mineiros nas Astúrias.

O filme A MALETA MEXICANA mostra como.os REPUBLICANOS que se exilavam na França a partir de 39 eram colocados em “,campos” cercados por arame farpado em praias geladas sem condições sanitárias.

Houve uma epidemia de *suicídios* de comandantes militares e dirigentes republicanos que se sentiam DESMORALIZADOS.( E para ter uma idéia do que foi a tentativa guerrilheira dos *maquis* que tentaram a partir da França e dos Pirineus gelados estocar a ditadura franquista ler o ótimo livro EL EMBRUJO DE SHANGAI de Juan Marsé).

Não era *SÓ* ( só ???) pela suas posições políticas que Picasso era mal visto.

O rançoso mundo das belasartes não suportava as inovações artísticas do gênio. Ah, os poderes subterrâneos *reais* nas tais democracias.😡

Mirem,vejam nessa mesma França haverá um governo colaboracionista com o invasor hitlerista.

A documentação trazida a público e as atuais homenagens tentam “passar um pano” ,reconciliar a França com o gênio que ficou por lá mas nunca mais quis saber de ser cidadão francês.

*NETO*

Apoie a REDE IIEP.

🚩Contribua mensalmente

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário