Eleições 2022 no Brasil e no Rio Grande do Norte

Estamos apenas na segunda semana de 2022 e já se confirmam as previsões sobre os imensos desafios dos setores populares e de esquerda para as eleições de outubro. Bolsonaro segue aplicando seu programa, colocou todas as dificuldades que pôde para a vacinação das crianças, fala em sair do país caso perca as eleições (nitidamente confessando seus crimes), e a contaminação pela Covid 19 voltou a bater recordes (com mortes controladas graças à vacinação, apesar do jogo contra do governo federal). Não há sinais de melhora imediata nas condições de vida da maioria do povo brasileiro...

Continuar lendoEleições 2022 no Brasil e no Rio Grande do Norte

O PT: Socialismo e Marxismo

Tornou-se corrente a condenação do marxismo e o uso do conceito ambíguo de “socialismo democrático” após os acontecimentos do Leste europeu e as alterações que ocorrem na União Soviética. A condenação do marxismo é extemporânea e seria inconcebível qualquer manifestação do socialismo que não fosse democrática. A questão que se põe possui significado diverso. Surgiu, a partir de sindicatos, confederações operárias e partidos políticos da esquerda européia, uma forte pressão ideológica para que os movimentos sociais da periferia adotem modelos social-democráticos. O que se auto-proclama como socialismo, na Europa, reduz-se a uma social-democracia pequeno-burguesa deturpada....

Continuar lendoO PT: Socialismo e Marxismo

Combater o aumento abusivo dos combustíveis.

Porque Lula tem razão? Assistimos já no início de 2022 novos aumentos dos combustíveis e do gás de cozinha no Brasil. Logo em seguida, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou este tipo de política adotada pelo atual governo federal que eleva cada vez mais os preços, em especial dos combustíveis e da energia elétrica, principais responsáveis pelos altos índices de inflação.

Continuar lendoCombater o aumento abusivo dos combustíveis.

Alckmin, federação, Quáquá, identitarismo do esquerdomacho, cobras e lagartos

O debate no campo da esquerda tem sido praticamente monopolizado por alguns temas e eu pouco me manifestei sobre eles. Tenho sido cobrada por muitos e muitas militantes e dirigentes, então entendo que no papel que ocupo devo alguns esclarecimentos...

Continuar lendoAlckmin, federação, Quáquá, identitarismo do esquerdomacho, cobras e lagartos

A turma que demitiu coronel do Exército diretor de escola agrícola federal na ditadura militar

A primeira ordem que ele deu, em 1978, quando assumiu a direção da EMAF (Escola Média de Agricultura de Florestal, integrante da Universidade Federal de Viçosa, em Minas Gerais), foi de construir uma guarita, para controlar entradas e saídas na área dos prédios das salas de aulas e alojamento. Coronel da reserva, o militar passou a mandar em professores(as) e alunos(as) dos cursos técnicos agropecuário e florestal da tradicional escola, por decisão do general Geisel, então presidente da República – na época, todas as escolas técnicas federais receberam oficiais da reserva como diretores. Coincidência ou não, o nosso era da Cavalaria...

Continuar lendoA turma que demitiu coronel do Exército diretor de escola agrícola federal na ditadura militar

PT 30 anos: CRESCIMENTO E MUDANÇAS NA PREFERÊNCIA PARTIDÁRIA. IMPACTO NAS ELEIÇÕES DE 2010

O artigo descreve a trajetória da preferência partidária pelo PT de 1987 a 2010, focando as mudanças na composição sociodemográfica da sua base de apoio junto à opinião pública. Observa que mais que triplicar nesse período experimentou alterações relevantes no seu perfil sociodemográfico – deixou de ser desproporcionalmente jovem, reverteu o desequilíbrio regional que caracterizou sua origem e se popularizou. Relaciona esse processo a um ganho progressivo de legitimidade, diante do desgaste dos demais partidos, que em 2002 contribuiria para a vitória de Lula – processo que teria se acentuado em 2006, por força da lógica do voto retrospectivo. Conclui que a identificação com a sigla constitui um diferencial positivo importante para as candidaturas petistas nas eleições de 2010, inclusive para Dilma Rousseff, na disputa presidencial.

Continuar lendoPT 30 anos: CRESCIMENTO E MUDANÇAS NA PREFERÊNCIA PARTIDÁRIA. IMPACTO NAS ELEIÇÕES DE 2010