As ilusões de Classe

Trecho da carta de Marighella, de 1° de dezembro de 1966, em que ele pede "demissão" da executiva do PCB: "As ilusões da Executiva — perdoem-me os companheiros — permanecem intactas. Daí porque a vimos refletidas nas ilusões de uma boa parte dos dirigentes e militantes que acreditavam em líderes burgueses, como Juscelino, Jânio, Adhemar..."

Continuar lendoAs ilusões de Classe